Crash Bandicoot é um jogo de plataforma que marcou a infância de muitas pessoas na década de 90. Com personagens carismáticos e desafios divertidos, o jogo também se destacou por sua trilha sonora. Uma das músicas mais marcantes é a presente no cenário de Neo Cortex, também conhecida como Japonesa.

A música foi composta pelo australiano Josh Mancell, que trabalhou na trilha sonora de diversos jogos da série Crash Bandicoot. Porém, apesar de ter sido composta por um australiano, a música tem uma forte influência japonesa em sua melodia e instrumentação.

A razão para isso é um pouco curiosa. Durante a produção do jogo, a equipe precisava criar uma música para um dos cenários de Crash Bandicoot. A ideia era que a música seguisse uma temática japonesa, visto que o cenário se passava no laboratório de Neo Cortex, um cientista que sempre esteve em busca de aprimorar suas tecnologias.

Foi então que Josh teve a ideia de utilizar instrumentos orientais em sua composição, criando assim uma atmosfera mais relacionada ao tema proposto. Entre os instrumentos escolhidos, estão o koto, que é uma espécie de harpa japonesa, o shakuhachi, uma flauta de bambu utilizada em apresentações de música tradicional japonesa, e o taiko, um tambor japonês utilizado durante festas e cerimônias.

O resultado final foi uma música que não só combinava perfeitamente com o ambiente do jogo, mas também se tornou uma das mais icônicas na história da série. A melodia, que mistura sons suaves e intensos, transmite uma sensação de perigo e mistério, algo que se encaixa perfeitamente no clima de Crash Bandicoot.

Além disso, a música também se tornou popular entre os fãs da série, que a utilizavam em remixes e paródias na internet. Isso fez com que a música se tornasse ainda mais conhecida, especialmente entre os jogadores que cresceram com o jogo.

No entanto, mesmo sendo uma das músicas mais marcantes da série, a Japonesa não é a única com influência japonesa presente em Crash Bandicoot. A música presente no cenário de Road to Nowhere, por exemplo, também tem uma melodia que lembra a música tradicional japonesa, porém, com uma pegada mais moderna.

Essa mistura entre música ocidental e oriental é algo que sempre fez parte da série, e que se tornou uma marca registrada de Crash Bandicoot. Com uma trilha sonora marcante e personagens carismáticos, o jogo se posicionou como um dos mais queridos da história dos games, e a música japonesa presente nele certamente ajudou a consolidar esse sucesso.

Conclusão

A música japonesa presente em Crash Bandicoot é uma das mais marcantes da série, além de ser uma das mais conhecidas pelos fãs. Com uma mistura de instrumentos orientais e uma melodia intensa, a música transmite toda a atmosfera do jogo, criando uma experiência única para os jogadores. Além disso, a história por trás da sua criação revela curiosidades interessantes sobre a produção dos jogos, e como a cultura japonesa sempre esteve presente em sua essência.